Agroceres PIC discute os desafios da suinocultura na PorkExpo 2016

O tema foi apresentado dentro do VIII Congresso Internacional de Suinocultura, que integra a programação científica do evento, em palestra ministrada pelo Gerente de Serviços Veterinários da Agroceres PIC, Gustavo Simão.  

A revisão e o aprimoramento constantes das normas de biosseguranças são condições fundamentais para a manutenção da competitividade de qualquer granja de suínos. Em tempos marcados por grandes desafios sanitários esse cuidado assume uma importância ainda maior.  

O recente avanço de enfermidades emergentes e reemergentes na suinocultura mostra que os prejuízos causados são invariavelmente grandes. Tanto para o setor quanto para o produtor. Rever frequentemente o conjunto de ações e procedimentos voltados à prevenção, controle e erradicação de agentes patogênicos nos sistemas de produção animal torna-se assim, mais que um exercício imprescindível, uma prática imperativa na suinocultura moderna.  

Com esse foco, o Gerente de Serviços Veterinários da Agroceres PIC, Gustavo Simão, ministrou a palestra “Sistema Imune x Pressão de Infecção - O Importante Papel das Boas Práticas de Biossegurança neste Contínuo Conflito” no VIII Congresso Internacional de Suinocultura, que integra a programação científica da PorkExpo 2016, um dos principais eventos da suinocultura brasileira. “O avanço de doenças de importância econômica na suinocultura mundial tem nos dado várias lições, entre elas que precisamos aperfeiçoar continuamente nossos mecanismos de monitoramento de velhas e novas enfermidades”, afirma o Gerente de Serviços Técnicos da Agroceres PIC.

Em sua apresentação, Simão abordou desde os procedimentos de biossegurança mais básicos – como estabelecimento de vazio sanitário, lavagem e desinfecção das instalações, práticas de biossegurança no transporte dos animais e na entrada de suprimentos nas propriedades – até as últimas tecnologias que vêm sendo empregadas para garantir a segurança sanitária das granjas de suínos.   

Médico veterinário formado pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), mestre em Medicina Veterinária Preventiva com ênfase em Virologia, Simão desenvolve um trabalho integrado com a Diretoria de Serviços Técnicos da Agroceres PIC e coordena o suporte de serviço sanitário para os clientes da empresa.